Iacyr Anderson Freitas na Ciranda

imagesContrariando o ditado popular de “no primeiro de abril vão os burros aonde não têm que ir” hoje podemos ir ao lugar certo e sem que nos preguem uma partida.

Iacyr Anderson Freitas é um escritor brasileiro que apresentará o seu último livro na livraria compostelana Ciranda. Ar de arestas, que é o título, é uma reflexão sobre a dor mais cruel, descarnada e inevitável. O título vem ilustrar o que na dor há de anguloso e intratável, segundo Paulo Henriques Britto.

A obra foi já objeto de adaptação cenográfica pelo Laboratório de Movimento e Performance I’Mmoving e tem também fotos de Ozias Filho, que também foram expostas no Museu de Arte Moderna Murilo Mendes, em Juíz de Fora, Minas Gerais. Assim sendo, podemos afirmar que o volume de poesias é uma experiência estética completa.

Nascido em 1963, começou a publicar em 1982 e desde essa data os prémios e considerações não cessaram.

No estudo Uma história da poesia brasileira, o crítico e poeta Alexei Bueno afirma: “Dos principais poetas de sua geração, Iacyr Anderson Freitas (1963), desde a sua estreia com Verso e palavra, de 1982, vem construindo com notável coerência uma obra poética que se traduz por uma tentativa de compreensão em profundidade do mundo, característica comum a quase toda grande poesia. Passando do verso livre às formas fixas como o soneto, a sua poesia transmite a perceção aguda do efêmero e do imponderável sobre o qual se constroem todas as ilusões humanas”.

Hoje às 19h, na livraria Ciranda em Compostela.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s