Iacyr Anderson Freitas na Ciranda

imagesContrariando o ditado popular de “no primeiro de abril vão os burros aonde não têm que ir” hoje podemos ir ao lugar certo e sem que nos preguem uma partida.

Iacyr Anderson Freitas é um escritor brasileiro que apresentará o seu último livro na livraria compostelana Ciranda. Ar de arestas, que é o título, é uma reflexão sobre a dor mais cruel, descarnada e inevitável. O título vem ilustrar o que na dor há de anguloso e intratável, segundo Paulo Henriques Britto.

A obra foi já objeto de adaptação cenográfica pelo Laboratório de Movimento e Performance I’Mmoving e tem também fotos de Ozias Filho, que também foram expostas no Museu de Arte Moderna Murilo Mendes, em Juíz de Fora, Minas Gerais. Assim sendo, podemos afirmar que o volume de poesias é uma experiência estética completa.

Nascido em 1963, começou a publicar em 1982 e desde essa data os prémios e considerações não cessaram.

No estudo Uma história da poesia brasileira, o crítico e poeta Alexei Bueno afirma: “Dos principais poetas de sua geração, Iacyr Anderson Freitas (1963), desde a sua estreia com Verso e palavra, de 1982, vem construindo com notável coerência uma obra poética que se traduz por uma tentativa de compreensão em profundidade do mundo, característica comum a quase toda grande poesia. Passando do verso livre às formas fixas como o soneto, a sua poesia transmite a perceção aguda do efêmero e do imponderável sobre o qual se constroem todas as ilusões humanas”.

Hoje às 19h, na livraria Ciranda em Compostela.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s