Socorro Lira em Compostela

Falava neste fim de semana com amigos e amigas do complicado que é acompanhar o ritmo da frenética programação cultural em Compostela destes últimos dias. E é. Que cansaço maravilhoso!

Hoje está a Socorro Lira no Teatro Principal às 20h30. Acompanhada do Sérgio Tannus, Uxia e Carlos Blanco, o espetáculo promete ser uma experiência completa.

A cantora paraibana havia tempo que não a via pela Galiza. A última notícia no nosso blogue foi de um Cantos na Maré em 2011 e a Galiza bem merecia outra visitinha.

 

Vamos lá então ouvir as suas composições de MPB a ritmo de violino. Não percam!

Jornadas Culturais na EOI de Ferrol

Amanhã começam as Jornadas Culturais na EOI de Ferrol.

Como sabem, o trabalho do lusopatia multiplica-se exponencialmente no mês de abril, porque nesta altura há eventos em volta da cultura portuguesa por todo lado. Os departamentos das EOI da Galiza e outras associações sensíveis à causa andam a aprontar atividades. A associação cultural Beco da Língua de Ferrol e a EOI têm uma semana cultural cheia de atividades. Começamos!

  • Para encher o corpo de forças o evento começa com comida. Não podia ser doutra maneira. Por um preço muito popular (2 euros) haverá um pequeno-almoço/café da manhã com produtos típicos na cafetaria da escola.
  • Projeção do filme Mulheres da raia às 19h na Sala de Audiovisuais da EOI. Diana Gonçalves narra uma história de contrabando na fronteira do Minho com a Galiza com testemunhos das protagonistas da história. Vejam o tráiler.
  • E por fim, haverá um concerto do “brasilego” Sérgio Tannus às 2oh30 no Salão de Atos da escola com entrada franca.

CfYJqIeWEAAICrZ

Cuca Roseta em Compostela

Cuca RosetaConheci a figura de Cuca Roseta há uns tempos com o filme Fados de Carlos Saura. Esta colaboração, como nos melhores casos, nasceu por acaso quando o Carlos Saura viu Cuca numa casa de fados.

Tinha o nome dela um bocado esquecido até que um dia, não recordo quem, alguém me disse que uma fadista portuguesa tinha feito um dueto com David Bisbal. Pelos vistos a colaboração foi mesmo famosa (eu sem saber, porque ando noutro mundo). Se por cantar com o Pablo Alborán, mais pessoas conhecem o fado e a Carminho, também me terei que alegrar por isto. Bom, fora destes comentários de revista Lux, tenho que dizer-vos que a Cuca Roseta é conhecida por ser “a nova voz do fado”e dar-lhe aquele toque pessoal que o torna (se isto for possível) ainda mais universal. Entre os dados da sua carreira, temos que destacar que tem colaborado o Tiago Bettencourt nos Toranja e também atuou no Festival RTP da Canção.

resize.phpNesta semana chega à Sala Capitol em Compostela no MusicShowCase que organizam na sala. Estará a partilhar cartaz com os também lusopatas e brasilegos Sérgio Tannus Trio. Como podem ver na imagem, os concertos começam às 18h. Os bilhetes custam 10 euros se os comprarem com antecedência e 13 se forem à bilheteira.

Vamos ouvir agora a voz da Cuca e deixar que ela nos leve a Lisboa.

O português está perto, mesmo aqui ao lado

Hoje trazemos um outro festival que nos vai aproximar à língua portuguesa, à sua riqueza e diversidade. Com o mote de “aquelas nossas músicas” apresenta-se em Ourense a segunda edição do Festival “Português Perto”. O evento visa dar a conhecer músicas (e não só) que nos ponham em contacto com as sonoridades de Angola, Brasil, Portugal e Galiza. As actividades dividem-se em dois grandes blocos, actuações e workshops. O 7 de maio, às 20:30, vai contar histórias com pronúncia da Arousa o actor Carlos Blanco, o dia 9 às 20:30 tocará NARF, também da Galiza. No dia a seguir é a vez dos Terra Morena subir a palco, sempre às 20:30. Para terminar, a presença portuguesa estará a cargo dos Andarilhos, o 10 de Maio.

No que diz respeito aos workshops, o dia 8, Sandra Diéguez e Sérgio Tannus, galega e brasileiro, vão mostrar as diferenças e/ou semelhanças entre a percussão dos dois lados do atlântico, começa às 19 horas. O dia nove de Maio é o turno da nossa Aline Frazão, também às 19, fazer outro dos seus cacimbos, dos que já demos devida conta neste Lusopatia.

Os festival, e apesar dos cortes, é organizado pela Vice-Reitoria do Pólo de Ourense da Universidade de Vigo, os workshops serão leccionados na ludoteca do Edifício de Faculdades em Ourense e os concertos serão na sala Emília Pardo Bazán, no mesmo prédio, a gente encontra-se lá, quero ver a todos.