Adivinhe quem vem para rezar

13361442715287-0-368x276Mais teatro em Compostela! No marco do Troca por troca, amanhã poderemos ver Adivinhe quem vem para rezar, produzido pela Seiva Trupe, uma tradicional companhia sediada na cidade do Porto.

A peça de Dib Carneiro junta personagens masculinos que conversam sobre o que não foi falado durante os seus anos de convivência – ou de coexistência. A obra revela o encontro entre um homem que, durante a missa de sétimo dia do seu pai, encontra-se com um antigo amigo da família, suposto amante da sua mãe. O tom, obviamente, é de acertos de contas.

Em foco, o universo masculino, com homens para quem conversar é complicado demais, feminino demais. Sem fugir à fórmula do drama familiar típico, a peça reúne trocas de acusações, além de segredos que vem à tona, lágrimas, cobranças e traições.

Amanhã às 20h30 no Salón Teatro!

 

Troca por troca

troco x troco

É assim como o povo diz quando quer dar uma coisa por outra,  sem que haja qualquer outra compensação, e é assim como o governo galego apresentou um projecto de circuito organizado de teatro entre a Galiza e Portugal, devia ser o natural, não devia ser notícia mas infelizmente é, e ainda bem. Quatro teatros galegos, quatro salas portuguesas e oito companhias de ambas as margens do Minho participam neste programa com 32 representações que decorrerão neste outono e ainda no primeiro semestre de 2014.

As companhias vão entrar em palco em Narón, Ourense, Compostela, Tui, Braga, Coimbra, Évora e no Porto. O protocolo foi já assinado entre a Agência Galega de Industrias Culturais, o Centro Dramático Galego e a Cena Lusófona- Associação Portuguesa para o intercâmbio teatral. Os eventos visam recuperar (se é que alguma vez houve) e normalizar as relações entre as cenas galega e portuguesa, para conseguir que o diálogo teatral possa transcender o âmbito exclusivamente profissional e envolva também o público.

Para além do acto institucional de apresentação no Salón Teatro da capital, no que nos diz respeito,  entre as companhias portuguesas que nos visitarão, destaque para a Companhia de Teatro de Braga que vai chegar à Galiza com as peças “Concerto “a la carte””, do dramaturgo alemão Franz Xaver Kroetz e “Sabe Deus Pintar o Diabo”, texto inédito do Abel Neves estrito de propósito para a Companhia de Teatro de Braga, e para a Seiva Trupe, a companhia portuense traz-nos “Adivinhe que vem para rezar”, do autor brasileiro Bid Carneiro Neto. As companhias A Escola da Noite e o Cendrev participarão no TrocoxTroco com espectáculos que serão estreado na próxima temporada teatral.

O projecto começou a ser desenhado no início deste ano, e desde um começo contou com uma participação muito activa dos oito teatros envolvidos numa iniciativa que, em tempos de grande depressão, procura a racionalização da gestão administrativa no âmbito da difusão e distribuição do teatro. Ainda falta um bocadinho para que cheguem mas façam marcação nas vossas agendas, confiram aqui locais, dias e horas.

Deixo aqui um pequeno excerto de uma das mais bem sucedidas peças da única companhia que já vi e recomendo, a Seiva Trupe.