Falsos amigos sobre o Natal

Chegou uma das minhas épocas preferidas do ano. Estive a pensar na quantidade de falsos amigos que existem em volta desta festa. Será porque cada vez entram mais realidades modernas e a nossa língua na Galiza sofre mais esse choque.

Seja como for, noutros post explicamos algumas palavras de uso comum e tradições. Hoje vamos limitar-nos ao vocabulário que dá confusão com uma pequena compilação animada. São conceitos que podem aparecer na consoada, na troca de presentes, nas compras, nas férias…e onde normalmente a pressão do castelhano é maior.

Apresentamos um placar de cortiça com post-it, cada bilhete tem uma palavra escrita. Se carregarem mesmo no escrito podem ver o significado em língua portuguesa.

Se quiserem continuar a aprender mais, deixo-vos neste link um jogo de bingo com vocabulário natalino.

E se não me encontrarem por cá em dias…boas festas e boas entradas!

Falso amigo: prenda

Que melhor época que um Natal que já foi para falarmos nisto.
Se ao ouvirem a palavra “prenda” vocês pensam em roupas, há qualquer coisa que não bate certo.
Uma prenda é um presente, uma coisa que oferecemos a alguém no dia de anos ou por exemplo no Natal. Vai normalmente num embrulho: papel lindo, fitas às cores…e assim mantemos a surpresa até o final.

(para não fazer confusão pensem em que cada parte em que se divide o conjunto das nossas roupas é uma “peça”)

Neste vídeo, o Bruno Aleixo, o nosso Ewok predileto, explica como celebra estas festas em casa e canta também as janeiras para a senhora professora. Podemos assim espreitar os costumes do Portugal da época e ver o uso da palavra de hoje.

Conseguiram saber qual é a prenda de Natal que o pai dele tem escondida? (podem ver a resposta no globo de conversa no ângulo superior direito deste artigo ou nos comentários)