Oficina de criação literária na Ciranda

índiceA livraria Ciranda faz uma nova proposta didática esta semana. Para quem estiver interessado em melhorar a sua expressão escrita, haverá um ateliê de criação literária amanhã sábado, de 11h a 13h, com inscrição prévia.

O escritor Michel Yakini, autor de “Desencontros” (contos, 2007), “Acorde um verso” (poesia, 2012), “Crônicas de um Peladeiro” (Crônicas, 2014) e de diversas antologias, é colunista do Jornal Brasil de Fato e será o docente neste pequeno percurso pela arte de escrever. escrevendo-para-si-mesmo-i

Michel Yakini participou de atividades literárias na Argentina, México, Cuba e França, realizando palestras, recitais e apresentando sua obra em universidades, feiras, centros culturais e eventos artísticos.A partir de um breve histórico sobre a presença das matrizes africanas na cultura brasileira, trançaremos palavras e elementos naturais (água, folhas, pedras, sons, etc.), visitando a imaginação, a criatividade e a memória. A leitura de mitologias africanas (em português), poemas afro-brasileiros e expressões idiomáticas serão um convite à criação poética e a reflexão sobre o tema, em que abordaremos a presença da cosmovisão africana e sua influência cultural e linguística no Brasil.

Pelos vistos o escritor passará antes pelo mercado para comprar manjericão, hortelã, alecrim e mais coisas que habilmente misturará com palavras. Isto vai dar barraca, migas!

Quem tiver interesse em participar terá de se inscrever no mail: ciranda@ciranda.pt

 

 

 

Falso amigo: oficina

oficina de carrosEste verão fui de férias a Lisboa com Blablacar. Para quem não souber, Blablacar é a maior plataforma de boleias da net. Uma pessoa que tem um carro e vai fazer uma viagem sozinha publica essa viagem na página. Outra pessoa que necessita ir a esse mesmo destino adere e viajam juntas partilhando despesas, músicas e conversas. Ótimo, pois não? decrescimento e novas amizades.

Eu fui numa viagem partilhada Vigo-Lisboa na ida. Viajei com um rapaz madrileno e ao fecharmos a mala do carro, não conseguíamos. O fecho estava estragado.

Na viagem gravei um ficheiro de áudio no telemóvel do rapaz a explicar o problema. Assim o madrileno-motorista só tinha que dar a reproduzir e o mecânico ia saber do problema. Achei engraçado o assunto esse da palavra “oficina”, porque para ele era uma confusão muito grande, estava a pensar em talher, claro. E daí a ideia de fazer este artigo.

Oficina é o local de uma atividade laboral, principalmente manual ou artesanal, tal como a que desenvolve um eletricista ou mecânico. E tem muita lógica, se pensarem bem, a palavra  “ofício” é da mesma família léxica. Usamos esta palavra em português para designar um lugar de trabalhos técnicos ou manuais, como mecânica, eletricidade, carpintaria e outros.

Quando o nosso carro estiver com problemas, levá-lo-emos à oficina para um conserto.

Figuradamente, refere ao lugar onde se verificam grandes transformações; um local ou sessões de encontros (meeting) entre profissionais e/ou estudantes para solução de problemas comuns: oficina de literatura; oficina de música; etc.