Birds are indie fazem tour na Galiza

BirdsAreIndie_galiza-marzo2014_blogA banda de Coimbra chega de novo à Galiza para oferecer-nos as suas músicas num tour feito em (muitas) pequenas salas.

Não sei se a Joana e o Ricardo são dois namorados que fazem música ou se foi a música que os uniu, só sei que é uma dessas bandas hipster, com músicas indie-folk.

Amantes das calças cigarette, óculos de massa, bigodes e peças de roupa em segunda mão…apenas vos vou dizer que esta banda é a vossa cara. Coloco o cartaz no post e assim já conseguem acompanhar os músicos pela nossa geografia, há um monte de datas para escolher.

Anteriormente já tinham estado no “Terrazeando” em Compostela, onde partilhavam cartaz com os A Jigsaw. Só tive oportunidade de ver esta segunda banda, mas agora talvez esteja na hora de ouvir os Birds are Indie.

Birds are indie

Birds are Indie

Pode que estes dois pássaros sejam mesmo Indie

O verão está quase a acabar, e com outono à porta começa uma nova etapa, um novo ano com forças renovadas sem saber o que nos espera. Para desanuviar temos aqui uma dica indie, mesmo indie. Está a decorrer em Compostela um festival um bocadinho diferente, os concertos espalham-se pelos meses de Agosto e Setembro e trazem pequenas formações às esplanadas dos locais mais cool da capital nacional. O nome do festival é “terraceZeando” (SIC), basicamente são concertos fora de sítio, uma bela proposta para estes dias nos que o termómetro teima em não nos deixar em paz. O dia 13, às 20:30, no Broa sobem a palco o duo coimbricense Birds are Indie, mais logo, nessa sexta-feira 14 estarão em Vigo, na La Casa de Arriba e no dia 15 fazem parte da “mega-festa” Porto d’bandada, na invicta.

Os Birds are Indie não são bem uma banda, é um casal, um rapaz  e uma rapariga que levam 14 anos apaixonados e a tocar e cantar juntos, não é que sejam bons a fazer nada disto, mas parece que ao resto da humanidade lhe faz bem. Se gostam dos Tinderstics, não percam este duo, mas têm garantida uma boa dose de depressão, a ser felizes amigos!

Bonde do Rolê, ritmos a descobrir

Pessoal, sentem o mesmo que eu? ah pois é! o povo quer festivais e a crise teima em ternos encerrados em casa. Este ano muitos festivais morreram, o clássico Cultura Quente de Caldas e o de pouca dura que foi o Vigotransforma. Mas nem tudo são notícias más, ainda resta o Portamerica, um festival que tem lugar em Nigrán, no porto do molhe e que vem preencher um bocadinho o vazio. Também aqui temos uma pequena dose lusópata, um bocadinho de indie para animar o corpo. No sábado 21 de Julho vão lá estar os Bonde do Rolê, que até que emfim têm novo disco, herdeiro do primeiro With Lasers, o nome do novo é Bacanalmusical e vamos apreciar aqui em Nigrán. Desta feita a base rítmica não será apenas o fuck carioca, agora apresentam umas novas experiências e sonoridades, para que vejam e ouçam melhor, deixo aqui um teledisco da música Kilo, vejam só: calor, sensualidade, Brasil

Fica combinado, 21 de Julho, no festival Portamerica, a partilhar palco com alguns das minhas bandas de estimação como os Vetusta Morla ou Depedro, e com bilhetes que vão desde os 25 sem campismo aos 40 se comprarem no próprio dia na bilheteira e com direito ao campismo. Verão, música e praia. Alguém resiste?