Birds Are Indie na Galiza

É tempo de virtuosismo e, até que enfim, de músicos que fazem música.

Salvador Sobral, representante de Portugal no Eurovisão, disse que a música não eram fogos artificiais, que a música era sentimento. Portugal deu, de uma maneira discreta, uma lição de bom gosto ao mundo. Está na hora de abrir as nossas mentes a outros estilos e ritmos.

Uma das nossas bandas fetiche, Birds are indie, está de volta na Galiza. Joana, Henrique e Jerónimo poderiam ter passado as tardes na Netflix, mas decidiram criar uma banda. E a coisa foi tão simples…que acho que isso também se reflecte na música: sons transparentes, delicados e muitas vezes até tocados com brinquedos.

Hoje vão estar em Lugo no Fa Ce La, amanhã no Riquela em Compostela e depois de amanhã no Ogrobe, no Náutico.

 

Birds are indie no castelo

68fbea6d8510d0295078037933e5670d

O UKP day é um evento relacionado com o Ukelele Kit Project, exposição e ciclo de concertos que decorreu em Compostela pelo ano 2014. O evento tinha um fio comum: unir pessoas criativas em volta de um mesmo objeto físico, um ukelele “diy”.

Houve um efeito bola de neve e o evento foi crescendo. Hoje podemos dizer que o UKP day é já um mini-festival. O dia 4 do próximo mês podem dar um saltinho até o castelo medieval de Ribadávia, lá vai estar o melhor de uma feira galega (o polvo) e o melhor de um festival (atividades e bandas).

O que podem fazer? colares havaianos, um ukelele de cartão, comprar vinils e produtos gourmet …mas vamos ao ponto, podem ir lá e ouvir uma dessas bandas de Coimbra de culto: Birds Are Indie.birds-are-indie-por-Francisca-Moreira-730x480

 

Parece que as barbas chegaram para ficar, amigas. Eu já tive oportunidade de ver esta maravilha ao vivo. Não fiquem em casa esse primeiro fim de semana de junho.

Birds are indie fazem tour na Galiza

BirdsAreIndie_galiza-marzo2014_blogA banda de Coimbra chega de novo à Galiza para oferecer-nos as suas músicas num tour feito em (muitas) pequenas salas.

Não sei se a Joana e o Ricardo são dois namorados que fazem música ou se foi a música que os uniu, só sei que é uma dessas bandas hipster, com músicas indie-folk.

Amantes das calças cigarette, óculos de massa, bigodes e peças de roupa em segunda mão…apenas vos vou dizer que esta banda é a vossa cara. Coloco o cartaz no post e assim já conseguem acompanhar os músicos pela nossa geografia, há um monte de datas para escolher.

Anteriormente já tinham estado no “Terrazeando” em Compostela, onde partilhavam cartaz com os A Jigsaw. Só tive oportunidade de ver esta segunda banda, mas agora talvez esteja na hora de ouvir os Birds are Indie.

Birds are indie

Birds are Indie

Pode que estes dois pássaros sejam mesmo Indie

O verão está quase a acabar, e com outono à porta começa uma nova etapa, um novo ano com forças renovadas sem saber o que nos espera. Para desanuviar temos aqui uma dica indie, mesmo indie. Está a decorrer em Compostela um festival um bocadinho diferente, os concertos espalham-se pelos meses de Agosto e Setembro e trazem pequenas formações às esplanadas dos locais mais cool da capital nacional. O nome do festival é “terraceZeando” (SIC), basicamente são concertos fora de sítio, uma bela proposta para estes dias nos que o termómetro teima em não nos deixar em paz. O dia 13, às 20:30, no Broa sobem a palco o duo coimbricense Birds are Indie, mais logo, nessa sexta-feira 14 estarão em Vigo, na La Casa de Arriba e no dia 15 fazem parte da “mega-festa” Porto d’bandada, na invicta.

Os Birds are Indie não são bem uma banda, é um casal, um rapaz  e uma rapariga que levam 14 anos apaixonados e a tocar e cantar juntos, não é que sejam bons a fazer nada disto, mas parece que ao resto da humanidade lhe faz bem. Se gostam dos Tinderstics, não percam este duo, mas têm garantida uma boa dose de depressão, a ser felizes amigos!