Gabriel o Pensador no Revenidas

cartel revenidas 2016 No início pensei que era simplesmente um boato, mas quando vi o cartaz…fiquei maravilhada.

Este é um verdadeiro Brinde à amizade, onde a Galiza, até que enfim, materializa-se no mundo lusófono. Obrigada, Revenidas.


Gabriel o Pensador, um dos rappers de referência da década de 90 no Brasil, virá à Galiza. E como a minha vida é uma contínua lei do desperdício, ele chega numas datas em que não poderei vê-lo. Não tenham dó de mim, esta que escreve já o viu em palco duas vezes: há dois anos no Festival o Sol da Caparica (Almada) e no ano passado no Festival Aveiro é Nosso.gabriel-o-pensador

A primeira vez que o vi era no mês de agosto, numa noite que qualquer mulher do Norte (por exemplo, eu) definiria como noite de calor. O homem estava a cantar vestido de kispo, não quero nem imaginar o frio que vai passar no Revenidas.

Quando eu comecei a gostar do Gabriel? bom, para alguém que estudou Filologia e andava nas noites compostelanas mais genuínas, Até quando? é um dos hinos do Avante e aí foi que a coisa começou para mim. Depois de tê-lo ouvido pela primeira vez, perguntei quem é que ele era, escrevi o nome num papel e fui no dia a seguir (ok, uns dias a seguir, que a noite também me destruía) a discos Gong para comprar um compilatório. Sim, eu comprava cd’s. E com todas estas informações, acabei de reparar na minha idade, já não sou criança. Hoje com um telemóvel na mão faria isto tudo muito mais rápido, mas na altura havia aquele charme das coisas não-imediatas, e tinhas que ir a uma loja, falar com o lojista e “namorar o cd”.

Depois do compilatório, vieram outros cd’s e letras. Músicas que ainda andam na minha app do telemóvel e que uso quase como temais motivacionais. Se tivesse que escolher uma (uma!) canção…qual escolhia? está difícil. Gosto muito de Solitário surfista (com o Jorge Ben Jor), Sem crise, Tás a ver, Linhas tortas, Assaltaram a gramática…todas têm alguma coisa que me faz refletir. Mas…eu fico com Muito orgulho, meu pai, porque é uma letra que me traz recordações muito boas. Fala de paternidade e dos ensinamentos que um pai deixa nos filhos e eu tenho um fraquinho por esse tema. Deixo-vos com o vídeo. Vejam e ouçam a letra porque é autobiográfica e aparecem o pai e o filho do Gabriel.

E como será vê-lo num palco galego? como falará? improvisará algumas músicas com Malandrómeda? contem-me tudo e brindemos à amizade!

Dia 19, às 22h, no palco Mahou. Revenidas!!!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s