A literatura portuguesa depois da revista Orpheu

Nexos016_OrpheuUm século de literatura a debate. O que foi feito na literatura portuguesa depois do Orpheu?

Amanhã revisitaremos as melhores páginas. Três momentos literários à volta da língua portuguesa: o Orpheu, com Pessoa e Sá Carneiro; Herberto Helder e a sua poesia e as novelas de Lídia Jorge.

A sessão será na Biblioteca da Galiza, no Gaiás amanhã a meio-dia e está co-organizada pelo Instituto Camões. Nela vão participar os investigadores António Cardiello (Casa Fernando Pessoa) e Rosa Maria Martelo (Universidade do Porto), além da própria Lídia Jorge, que nos explicará in situ a sua obra.

O professor Carlos Quiroga recitará também textos selecionados.

Como complemento temos outra atividade, uma projeção cinematográfica: As deambulações do mensageiro alado (1969). Edgar Gonçalves Preto cria um filme onde surge Herberto Helder, que mimetiza títulos de algumas das suas obras, num contexto em que é posta em causa a sociedade portuguesa da época, sob a ditadura.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s