Fumaça preta

Fumaca Preta por Caroline Bittencourt 007Parece o início de uma dessas anedotas que brincam com as nacionalidades. Alex Figueiras, metade madeirense, metade venezuelano, descobriu o Tropicalismo em Amesterdão. Conheceu dois ingleses, um brasileiro emigrado em Nova Iorque e uma paulista e juntaram-se. O mundo é bem melhor com a mestiçagem e união de forças.

No marco do Curto-circuito Film Festival e do Wosinc atuam os Fumaça Preta no dia 8 deste mês na Zona C. Habemus concerto, habemus Fumaça Preta. Preparem-se para coisa boa, meus e minhas.

Os Fumaça Preta são reverberação dub e colorido psicadélico cuidadosamente criado em estúdio, são balanço funk, noite tropical e fuzz rock’n’roll. Como pode ser que fazendo música que respira tropicália eles possam mesmo ser uma revelação? porque eles fazem som de século XXI, são sempre uma reinvenção e ecoa um ar fresco.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s