Falso amigo: coche

Estou nestes dias, meus amigos e amigas, a tirar a carta de condução e na minha cabeça só andam estes conceitos: embraiagem, alavanca, travão, espelhos…Que tensão, que nervos!
Isto tudo seria bem mais fácil se eu guiasse um coche. Um coche com cavalos! Mas a vida moderna exige-me um carro, com o seu motor barulhento e todas as suas complicações.
A fada madrinha fez de uma abóbora um coche para a Cinderela; sabe-se lá, talvez a minha me dê talento para a condução…tomara!
Há pouco li uma pequena história sobre a introdução do primeiro carro em Portugal. O primeiro automóvel a chegar a Portugal foi importado de Paris pelo 4.º Conde de Avilez, em 1895. Na alfândega de Lisboa, ao decidirem a taxa a aplicar, hesitaram entre considerar aquele estranho objeto máquina agrícola ou máquina movida a vapor. Acabaram por se decidir por esta última.
Paradoxalmente, este veículo ficaria também para a história por um acontecimento insólito: logo na sua primeira viagem, entre Lisboa e Santiago do Cacém, ocorreria o primeiro acidente de viação em Portugal, tendo por vítima um burro, atropelado a meio do percurso.
Eu estou com medo de conduzir e estas cenas não ajudam. Devia era deixar de pesquisar estas coisas na net.

Notem bem: nós conservamos a palavra “carro” para a designação de “automóvel”. Partilhamos raiz com o inglês “car” e adaptamos o significado mais tradicional desta palavra (carro de bois) para usá-lo num contexto moderno.

“Coche”, palavra de origem húngara (kocsi), ficou como sinónimo de “carruagem”.

Já agora, se gostarem de coches, podem um dia dar um saltinho a Lisboa, à zona de Belém, e ver o Museu Nacional dos Coches, o museu da rede pública mais visitado de Portugal. Nenhuma destas carruagens acaba por ser uma abóbora na meia-noite.

Despeço-me por hoje com este trailer do filme Carros2 da Disney-Pixar. Ninguém morre, ninguém se aleija. Curtam!

Anúncios

3 thoughts on “Falso amigo: coche

  1. Pingback: Lusopatia, Falso amigo: coche

  2. Sorte com teu exame de condução. Para combater os nervos no exame eu recomendo-te um chupito de licor café antes da prova, funciona sempre e quando não te pare a polícia. Gosto muito das etimologias mas não tanto dos carros, deve ser por resentimento já que gosto daqueles que são caros.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s